Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Saúde

Caso raro de duplicação do duodeno é operado no Hospital Rio Doce

02 de Agosto de 2017 Autor:

Caso raro de duplicação do duodeno é operado no Hospital Rio Doce

A incidência de casos de duplicação do duodeno é estimada em um para cada cem mil pessoas 

O Hospital Rio Doce realizou, pela primeira vez, uma cirurgia de duplicação do duodeno. O procedimento inédito em Linhares foi feito no último dia 18 de julho na pequena Ana Clara das Chagas Monfreides, de três anos e meio.

A menina chegou ao hospital com vômito, dor abdominal e febre. Após passar por alguns exames de imagem veio o diagnóstico. Ana Clara tinha um caso raro de duplicação do Duodeno, parte do aparelho digestivo que transfere o alimento do estômago para o intestino.

O cirurgião pediátrico, dr. Maurício José de Souza, responsável pela cirurgia, esclarece que de todos os casos de duplicação do tubo digestivo, a duplicação duodenal é a mais rara. “Sua incidência na população é estimada em um caso para cada cem mil pessoas”, relata.

O pediatra explica que, devido a essa duplicação, a criança apresentava um quadro de obstrução do duodeno, o que fazia Ana Clara vomitar, gerando uma infecção no local. Por isso foi preciso operar. “O alimento não passava do estômago para o duodeno e ela começou vomitar. Diante do quadro e da gravidade do caso, era necessário operar em caráter de urgência”, esclarece. 

O médico lembra que, caso o hospital Rio Doce não dispusesse de profissionais capacitados e estrutura para fazer a cirurgia, Ana Clara teria que ser transferida para Vitória, o que seria um risco muito grande. “Ela estava com infecção, os exames de sangue estavam muito alterados e corria o risco de desenvolver uma infecção generalizada a qualquer momento. Uma viagem daqui para Vitória poderia agravar o caso dela”, enfatiza Dr. Maurício.

A mãe de Ana Clara, Marcilena Lessa das Chagas, fala do alívio de poder fazer o procedimento em Linhares, sem precisar transferir a filha. “Sem dúvida foi um alívio para nós fazer tudo aqui mesmo em Linhares. O quadro dela era gravíssimo, mas toda equipe médica nos passou muita segurança”, explica Marcilena

Durante o procedimento, que durou cerca de duas horas, foram feitas a drenagem e a retirada de parte da duplicação. Ana Clara já recebeu alta hospitalar e passa bem.  Vai precisar apenas, segundo Dr. Maurício, fazer acompanhamento de rotina.

Além do cirurgião pediátrico também participaram do procedimento os pediatras dr. Assuério Moreira e dr. Marco Aurélio Oliveira, além do anestesista, dr. Walter Jose Roberte Borges. 

O que é duodeno e sua função

Localizado logo abaixo do estômago, o duodeno é o primeiro segmento do intestino delgado e está relacionado com a digestão dos alimentos. No duodeno os alimentos se misturam à bile (uma espécie de detergente) eliminada pela vesícula biliar e com os sucos digestivos enviados pelo pâncreas.

Sua principal função é receber os alimentos parcialmente digeridos do estômago e continuar o processo digestivo. 

FOTO: Equipe médica que atuou no caso raro de duplicação de duodeno (Divulgação)



    Comentários (0) Enviar Comentário