Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Política

Pretinho Nunes toma posse como Prefeito de Fundão

26 de Outubro de 2017 Autor: Redação CE

Pretinho Nunes toma posse como Prefeito de Fundão

O empresário e produtor rural Pretinho Nunes assume nesta sexta-feira (27) o cargo de Prefeito de Fundão. Ele vai comandar a cidade até 2020 ao lado da vice, Alexsandra Pedroni. Na eleição suplementar, realizada no dia 1 de outubro, Pretinho obteve 5.425 votos, representando 51,85%, contra os 5.038 de João Manoel, o adversário na disputa, com 48,15%. Votos brancos foram 249 (2,24%) e nulos 394 (3,55%).

 Pretinho tem 46 anos, nasceu em Fundão, é casado e possui três filhos. Esta foi a segunda vez em que ele disputou um cargo público. No ano passado, ele foi candidato a vice ao lado do prefeito anteriormente eleito, Anderson Pedroni.

“Quero primeiramente agradecer a Deus pela honra de me tornar Prefeito deste querido e amado município. Quero também agradecer por cada cidadão (ã) que depositou na urna a confiança e a esperança de um município melhor para todos, confiando e escolhendo a mim e Alexsandra Schunck Pedroni como mandatários”, afirmou Pretinho nas redes sociais.

A posse foi marcada para acontecer às 9h, no Tropical Campestre Clube. 

Prioridades

No lançamento de sua candidatura, Pretinho Nunes declarou que, se fosse eleito, seu primeiro ato como prefeito seria municipalizar a coleta de lixo que, segundo ele, é um dos grandes gargalos da administração pública local. Pretinho disse ainda que vai trabalhar pela geração de emprego e renda para os moradores de Fundão, retomar o desenvolvimento do município e promover uma maior valorização dos servidores, entre outros projetos. 

Motivo da eleição

Houve uma eleição suplementar em Fundão porque o candidato mais votado na disputa de 2016, Anderson Pedroni (PSD), teve o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral. Ainda cabia recurso ao plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas ele abriu mão da tentativa em nome da "estabilidade" da cidade.

Como o mais votado, indeferido, teve mais de 50% dos votos, o segundo colocado não pode assumir. Pedroni teve 78% dos votos.

FOTO:Divulgação

 

 



    Comentários (0) Enviar Comentário