Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Estado

Hartung leva movimento de combate à violência contra a mulher para o interior

16 de Outubro de 2017 Autor: Guto Netto/ADI-ES

Hartung leva movimento de combate à violência contra a mulher para o interior

Uma campanha do governo do Estado quer mudar uma cultura que coloca o Espírito Santo em destaque de maneira negativa: é alto o índice de feminicídios por aqui. Somente este ano, já são mais de 102 mulheres assassinadas. Para isso, o governador Paulo Hartung vai levar para o interior uma campanha que visa combater a violência contra a mulher. Depois de ser lançada na capital, Cachoeiro de Itapemirim irá receber, na próxima sexta-feira, 20, às 9h30, no Teatro Rubem Braga, o lançamento deste movimento.

“Essa campanha vai ser forte se todo mundo abraçar. É uma campanha importante, civilizatória. Queremos levar a campanha para todo o Estado. O governo sozinho não dá conta desse recado. Precisamos que o governo se junte às prefeituras, às câmaras, às igrejas, para que a gente faça um movimento que mude a cabeça dos capixabas, dos homens capixabas. Vamos ter que tirar esse viés machista da cabeça dos homens capixabas. O homem capixaba precisa entender que ele não é dono da sua namorada, da sua companheira, da sua esposa”, destacou Hartung, que, além de Cachoeiro, ainda vai levar o movimento para Linhares, Colatina, São Mateus e Colatina para abordar o tema. As datas ainda não foram fechadas, mas as agendas acontecem ainda este ano,

Um vídeo que traz histórias reais, de mulheres que resistiram à violência e venceram essa batalha, fazem parte de uma campanha que será veiculada pela internet e nas redes de televisão de todo o Estado.

“Nós precisamos mudar a cabeça das pessoas, mudar a cultura no nosso estado, quebrar essa cultura do machismo, do homem achar que é dono da mulher, que é propriedade dele. Como que uma criança que convive com o pai batendo na mãe dentro de casa, como que essa criança vai se formar?Se a gente não mudar essa cabeça das pessoas, não vamos conseguir debelar esse número vergonhoso. O Espírito Santo que está sendo aplaudido de pé por tanta coisa, será que não somos capazes de também do Brasil nos olhar e ver que aqui tem respeito de homem com mulher, de mulher com homem, uma atitude bacana nas nossas vidas?”, questionou o governador que elogiou o material do movimento. 

Equipe

Na manhã de ontem (16), Paulo Hartung reuniu membros do secretariado, diretores de órgãos e empresas públicas estaduais para discutirem os projetos estruturantes e a interiorização do Movimento de Combate à Violência Contra a Mulher.

Hartung orientou que o tema seja uma pauta de trabalho constante nas agendas de Governo, independente da área envolvida. 

FOTO – SECOM/ES

 

 

 



    Comentários (0) Enviar Comentário