Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Esporte

Boxeador conquista mundial e traz título para Linhares

01 de Dezembro de 2017 Autor: Caroline Pereira

Boxeador conquista mundial e traz título para Linhares

Em entrevista ao jornal Correio do Estado, Fernando “Pé de Bolo” fala sobre o prêmio, a rotina de treinos e os planos para o esporte no futuro 

No dia 19 de novembro, o boxeador Luiz Fernando dos Santos Silva, conhecido como "Pé de bolo", conquistou o campeonato mundial na categoria meio- pesado. Natural de Salvador (BA), o atleta trouxe o título para Linhares, cidade onde mora há cinco anos. Fernando veio para o município capixaba em busca de trabalho e acabou encontrando a oportunidade de se dedicar ao esporte – mais precisamente há três anos.

Em entrevista ao jornal Correio do Estado, Fernando “Pé de Bolo” fala sobre o prêmio, a rotina de treinos e os planos para o esporte no futuro. Confira:

 

Jornal CE: Você acabou de conquistar um campeonato mundial de boxe na Argentina. O que essa conquista representa para a sua carreira?

 

Fernando: Esse campeonato representa muito para mim, pois sou um cara que sempre viveu da música (era percussionista e baterista). Hoje, me tornar um campeão mundial é muito gratificante.

 

Jornal CE: Esse é o seu primeiro título no esporte?

Fernando: Não. Tenho dois em lutas no MMA e mais quatro de boxe quatro no boxe, sendo que um dele é do campeonato brasileiro, em que me classifiquei para o mundial na Argentina.

 

Jornal CE: Como foram os preparativos para esse torneio na Argentina?

Fernando: Tive ficar 100% focado e envolvido com muitos treinos, dietas, etc. Também tive que sacrificar o tempo com a família, tudo para ter um bom resultado, pois eu sabia da grande responsabilidade que depositaram em mim.  

 

Jornal CE: Você é de Salvador (BA), mas reside e treina aqui em Linhares. Por que escolheu essa cidade para se dedicar aos seus treinos? Você conta com uma boa estrutura aqui?

Fernando: Sou nascido e criado em Salvador (BA), moro em Linhares há cinco anos e treino no boxe há três. Na verdade, meu propósito de vir para a cidade foi para encontrar trabalho, mas tive a oportunidade de me envolver com o boxe, algo que sempre tive vontade, mas que nunca houve a oportunidade; até porque, sempre estive envolvido com a música. Hoje, graças a Deus, tenho uma estrutura de base para os treinos, composta pela Academia Premier, pela clínica Em Forma, da dra Maiara Molina (que me acompanha na parte de suplementos manipulados pela farmácia Precisa), e tenho o apoio da Associação de Esportes e Lazer de Linhares (AEEL), do empresário Marcos Garcia, do vereador Rogerinho do Gás, da Aracruz Veículos e, é claro, do povo de Linhares.

 

Jornal CE: Você sempre foi lutador de boxe ou já atuou em outras categorias, esportes ou até áreas?

Fernando: Eu sempre quis ser um atleta de boxe, mas a música chegou primeiro em minha vida. Entretanto, com o tempo, tive que procurar outros caminhos e estou me encontrando como atleta.

 

Jornal CE: Sabemos que sobreviver do esporte é um privilégio para poucos atletas aqui no Brasil. Você já conseguiu atingir esse feito?

Fernando: Infelizmente não. Na questão financeira ainda estou com dificuldades, pois tenho família e os custos são altos. Espero poder encontrar algum empresário que acredite em meu potencial, pois a vontade de crescer é muito grande

 

Jornal CE: Como é a sua rotina de treinos?

Fernando: Acordo cedo e corro cinco quilômetros e 400 metros. Mais tarde, treino boxe, faço musculação e encerro o dia com mais uma corrida.

 

Jornal CE: Você já tem um novo campeonato em vista?

Fernando: Infelizmente, por falta de condições de me manter com hospedagem e alimentação, fiquei de fora de um campeonato recente.

 

Jornal CE: Quais são os seus planos futuros como boxeador?

Fernando: Meu plano é poder representar a minha terra (Salvador-BA), o Estado do Espírito Santo e o Brasil em campeonatos e contar pessoas que acreditem no meu potencial. Futuramente, quero desenvolver um projeto social com crianças que se perderam ou estão prestes a se perder no crime ou nas drogas



    Comentários (0) Enviar Comentário