Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Entrevista

Entrevista com o candidato a Prefeitura de Fundão, Pretinho Nunes (PDT)

06 de Setembro de 2017 Autor: Redação CE

Entrevista com o candidato a Prefeitura de Fundão, Pretinho Nunes (PDT)

O jornal Correio do Estado (CE) acompanha a trajetória dos candidatos a prefeito de Fundão durante esse período de campanha eleitoral. Além de divulgar as agendas, o CE separou um espaço para publicar uma entrevista exclusiva com cada candidato para falar dos projetos para cidade, das questões econômicas atuais, entre outros assuntos relevantes.

Ontem teria sido a vez do candidato do DEM, João Manoel, mas sua equipe não enviou as respostas até o fechamento da edição de segunda-feira (05). Seguindo a ordem definida por sorteio, o entrevistado desta quarta-feira (06) é o candidato Joilson Rocha Nunes, mais conhecido como Pretinho Nunes, do PDT. Ele disputa o pleito ao lado da professora Alessandra Schunck Pedroni (PSD), representando a coligação “A Justiça Que Vem do Povo”.

Pretinho tem 46 anos, nasceu em Fundão, é casado e possui três filhos. Ele atua na cidade como empresário e também como produtor rural. Esta é a segunda vez que disputa um cargo público. No ano passado ele disputou as eleições como vice ao lado do prefeito eleito Anderson Pedroni.

Conheça agora os principais projetos de campanha do candidato.

PLANO DE GOVERNO

Jornal Correio do Estado (CE) - Quais áreas ganharam prioridade no Plano de Governo do candidato? Por quê? – A elaboração teve consulta à população? 

Pretinho Nunes - Em 2016 disputamos a eleição para prefeitura de Fundão, e ganhamos com 80% dos votos. Então, trabalhamos muito para chegarmos a essa esmagadora maioria. Duramente todo o ano de 2016, fizemos várias reuniões para ouvir e elaborar nosso Plano de Governo.

Então nosso Plano de Governo, não mudou muito, mas vamos priorizar a atração de empresas para o município de Fundão, temos como prioridade gerar emprego e renda e qualificar a mão de obra de nossa população, pois o índice de desemprego é grande. Outra prioridade será municipalizar a coleta de lixo, que a meu ver tem sido um gargalo do dinheiro público do nosso município, com contratos suspeitos de serem feitos de forma fraudulenta e superfaturados. 

SAÚDE

(CE) - Quais serão os projetos direcionados à área da Saúde, principalmente, a atenção básica que é de responsabilidade do município? 

(PN) - Vamos reformar e ampliar a infraestrutura das unidades de saúde com expansão de uma unidade para o Bairro Direção na Praia Grande; Atendimento com horário estendido nas unidades de saúde para contemplar o usuário que trabalha durante o dia; Informatização com implantação do prontuário eletrônico em todos os serviços de saúde, visando otimizar o atendimento e evitado a perda do histórico de saúde do usuário; Pronto atendimento 24h em Praia grande; Implantação da farmácia com horário estendido e finais de semana com fornecimento de todos os medicamentos da atenção básica. 

(CE) - Se eleito, o candidato pretende solicitar melhorias ao Governo do Estado para o Hospital da cidade? Quais?

(PN) - O que existe hoje em Fundão não é um hospital, é um (PA), então vamos reestruturar e equipar o Pronto Atendimento de Fundão, buscando parceria com o governo do Estado e deputados através de emendas parlamentares; implantar a classificação de risco para definir prioridade de atendimento de urgências. Nas horas mais difíceis, é preciso ter a segurança de que podemos contar com um atendimento de qualidade e a qualquer hora do dia. 

(CE) - O agendamento de consultas e exames de especialidades e alto custo são hoje um dos principais gargalos das cidades. Pessoas morrem aguardando atendimento. O que será feito em seu governo para agilizar esse processo? 

(PN) - Através da Rede Cuidar, um projeto já iniciado pelo governo de Estado,  vamos otimizar o atendimento, entre os benefícios estão o atendimento mais próximo do cidadão, evitando deslocamento para a Grande Vitória,

Também vamos trabalhar para redução do tempo de espera para realização de consultas e exames e um atendimento personalizado e humanizado.O mais importante é que o usuário do SUS poderá realizar consultas e exames no mesmo local, com equipe multiprofissional, e sairá com um plano de cuidado que inclui dicas de nutrição e de atividades físicas. 

SEGURANÇA 

(CE) - Quais são suas propostas para minimizar a violência na cidade? 

(PN) - Em primeiro lugar, fazer um planejamento com todas as Forças de Segurança que atuam em Fundão, para mapearmos as áreas mais violentas do nosso município. Após esse diagnóstico vamos junto com a inteligência de segurança pública Municipal e Estadual elaborar ações conjuntas para enfrentar a violência. Uma das nossas propostas será implantar o vídeomonitoramento para identificar, inibir e auxiliar a segurança de nossa população. 

(CE) - Você concorda que ampliar vagas nas penitenciárias solucionaria a criminalidade na cidade? Por quê?

(PN) - Não concordo. O Brasil é o quarto país com maior população carcerária do mundo, ficamos atrás apenas dos Estados Unidos, China e Rússia, no entanto temos índices de violência altíssimos. Então, acredito que a solução é investir na formação da criança, investir na qualidade da educação e na qualificação dos educadores.

Se deixarmos um jovem ou adolescente se envolver com o crime, ou coisas erradas, vamos ter trabalho e custo dobrado para resgata-lo da criminalidade.

 

 

 

 

 

(CE) – Qual será o apoio do município à Polícia Militar?

(PN) - A Policia Militar terá total apoio do município de Fundão, durante nossa gestão. A Polícia Militar, assim como outros setores das Forças de Segurança são os defensores da sociedade, então teremos uma gestão de total parceria com os militares. 

EDUCAÇÃO 

(CE) - Em seu plano, existe algum projeto voltado para a melhoria da merenda escolar? Qual? Como vai funcionar?

(PN) - Um dos nossos projetos será aumentar a aquisição de produtos produzidos pelos produtores rurais de Fundão. Vejo várias vantagens. Com isso, vamos valorizar o homem e a mulher do campo. Vamos saber da origem do produto, vamos aumentar a arrecadação do ISS.

Tenho certeza que com ações como esta, vamos aumentar a oferta de emprego para nossa população, que hoje é um dos grandes desafios do gestor de Fundão. 

(CE) - Muitos pais não podem trabalhar, pois não têm onde deixar os filhos. Quais são suas propostas para ampliação de escolas em tempo integral? 

(PN) - Temos que conversar com os diretores escolares, com associações de moradores, com pais e mães para implantarmos um plano que atenda a todos. Existem regiões com demandas maiores que outras, então temos que fazer esse estudo para não falarmos que vamos fazer alguma coisa que não seja do interesse da população ou que venha a ser desperdício de dinheiro público. 

(CE) - Quais suas propostas de melhoria salarial e de benefícios para a categoria de professores municipais? 

(PN) - Primeiro temos que colocar as contas em dia, reajustar contratos que consideramos que estão com valores fora do normal, principalmente da coleta de lixo. Fazendo as economias nos lugares certos, sem deixar de prestar um serviço de qualidade para população tenho certeza que vamos conseguir implantar o plano de cargos e salários digno a categoria não só dos professores, mas de todos os servidores públicos. 

TRÂNSITO E TRANSPORTE 

(CE) - Fundão é cortada pela BR-101, o que gera trânsito pesado dentro da cidade e com isso, muitos problemas, principalmente acidentes. Quais suas propostas de melhorias para essa área?

(PN) - Já nos reunimos com a Associação de Moradores de Fundão (ASPRAI). Durante as audiências púbicas que realizamos, foi definido, documentado, inclusive com baixo assinado dos moradores, e exigimos a construção do Contorno de Fundão. 

A proposta foi apresentada a ECO 101, e foi aceita pela empresa, inclusive temos conhecimento que a ECO já está com o projeto do Contorno em processo de conclusão.

Vamos buscar apoio da bancada Federal e dos Deputados Estaduais, para esse projeto sair do papel, e se eu for eleito prefeito foi lutar incansavelmente para a conclusão dessa obra. 

(CE) - Como o candidato vê a situação atual da ferrovia? Existe algum plano de melhoria junto à empresa responsável?

(PN) - Hoje temos um problema localizado, que é a Escola Grupo Ernesto Nascimento, que fica ao lado da ferrovia. Quando o trem passa pelo local, as aulas têm que ser suspensas por causa do barulho. Mas temos também o problema do pó de minério de ferro, então em nosso governo, vamos procurar a Vale, para cobrarmos uma compensação pelos transtornos causados ao povo de Fundão.

Em primeiro lugar vamos pedir a construção de uma escola para tirarmos os alunos dessa localização próximos à linha férrea. Depois vamos pedir uma compensação na área da saúde, podemos criar um convênio com a Vale, talvez chegamos a um acordo dela assumir parte dos custos com o PA de Fundão.

Mas tudo tem que ser pensado e discutido com a população, por que a nossa gestão será uma gestão do povo. Vamos fazer uma gestão com total participação da população em nossas decisões. 

TRABALHO E RENDA 

(CE) - Quais são suas propostas para gerar mais emprego e renda aos munícipes para que não precisem se deslocar para outras cidades, como da Grande Vitória, para trabalharem? Há projetos de capacitação?

(PN) - Temos uma vantagem imensa em relação a outros municípios. Eu como empresário e administrador, sempre olho o limão e vejo uma limonada. Hoje a BR-101 pode ser vista como problema para muitos, mas se conseguirmos o Contorno ela se tornará um bem para todos nós. Temos uma localização estratégica, estamos localizados a poucos quilômetros dos portos de Vitória e Aracruz, somos cortados pela BR-101, além de termos uma ferrovia no quintal de casa. Temos todas as possibilidades logísticas para atrairmos empresas para nosso município, precisamos de um gestor com visão empreendedora para conseguirmos viabilizar esses projetos, e sem falsa modéstia estou preparado pra esse desafio. 

AGRICULTURA

(CE) - Qual será o apoio do município ao homem do campo?

(PN) - Será total. Somos produtores, de café, banana e mel, mas temos potencial para fazermos muito mais. O homem do campo é um herói nacional, luta de sol a sol para se manter no campo e produzir o alimento para toda população.

Vamos buscar parcerias e convênios, com governo estadual e federal, com instituições, com Emater, Ceplac, Incaper, Ufes, Ifes entre outros para qualificar e dar suporte ao homem do campo. Vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para dar apoio aos produtores rurais. 

(CE) - E com relação aos impactos da seca que atingiu as lavouras?

(PN) - Já temos conversado com diversos setores ligados à agricultura, vamos buscar a construção de barragens, construção de caixas secas, além da revitalização de algumas nascentes. 

CULTURA, ESPORTE E LAZER 

(CE) - Quais são suas propostas para a área de esporte e lazer da cidade? Quais modalidades receberão apoio? 

Temos uma extensa área litorânea, no entanto não investimos nada em esporte aquáticos, podemos viabilizar competições de pesca, surf, kitesurfe, esporte de areia. Na minha gestão vamos tratar o esporte não só como uma forma de lazer, mas também como uma fonte de renda e turismo esportivo. Com as competições, vamos atrair turismo de qualidade, e esses turistas vão dormir em nossas pousadas, comprar nossos produtos, comer em nossos restaurantes, e deixar renda em nosso município. Então eu como empresário vejo a cultura, o esporte e lazer como uma forma de gerar emprego e renda para nossa população. 

TURISMO

(CE) - O turismo é muito forte em Fundão e pode se tornar uma fonte de renda ainda mais forte caso tenha investimentos. Quais são suas propostas para essa área?

(PN) - Precisamos divulgar de forma massiva as belezas de nossas praias e montanhas, precisamos implantar o turismo rural e o eco turismo, temos muita potencialidade, o que nos falta é visão, planejamento, equipe técnica e um administrador com visão gestora para aproveitarmos todas as potencialidades do nosso município. 

POLÍTICA

(CE) - Gostaríamos de conhecer sua opinião sobre a atual situação política do município. Quase um ano depois, os fundãoenses estão voltando às urnas para eleger novamente seu representante no Poder Executivo. Qual sua opinião?

(PN) - Eu vejo esse quadro com muita tristeza, a população de Fundão não merece estar passando por isso, eu e o Anderson, sofremos uma perseguição política nas eleições de 2016, e essa perseguição continuou após as eleições, a vontade de 80% do povo não foi respeitada.

Em minha opinião o que houve foi um estelionato eleitoral, por que nós conseguimos o registro da nossa candidatura, no dia da eleição na hora de votar aparecia o nome, a foto e o número do Anderson Pedroni nas urnas, então por que deixaram isso acontecer. Vemos interesses obscuros por trás disso, mas como diz nosso slogan a Justiça Vem do Povo, e no dia primeiro de outubro o povo vai fazer justiça tenho certeza, e desta vez a vontade do povo de Fundão vai ser respeitada, creio nisso. 

CONSIDERAÇÕES FINAIS  

(CE) - Por que o candidato merece o voto de confiança da população e assim ser eleito prefeito de Fundão? - Espaço aberto para demais projetos que não tenham sido contemplados nas perguntas anteriores. 

(PN) - Eu junto com o Andeson Pedroni, obtivemos a votação de 80% da população de Fundão, hoje tenho como minha vice a professora Alexsandra Pedroni, esposa do Anderson.

Sou empresário, construí tudo que tenho com muito trabalho, sou uma pessoa de hábitos simples, gosto de ficar no meio do povo, fico feliz junto a pessoas humildes por que sou de origem humilde.

Mas não é só isso, eu mostro em meu palanque todas as lideranças e políticos que estão me apoiando, diferente do meu adversário que esconde os apoiadores dele. Não tenho vergonha de dizer quem está do meu lado, então não podemos deixar Fundão voltar a esse passado escuro que atravessamos. Temos que dar um novo caminho para Fundão, e esse novo caminho é Pretinho e Alexsandra, então peço no dia 1º de outubro, vote na mudança de verdade, vote 12.

FOTO: DIVULGAÇÃO



    Comentários (0) Enviar Comentário