Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Entrevista

“Estamos preparando o Espírito Santo para estar na vanguarda”

10 de Novembro de 2017 Autor: Caroline Pereira

“Estamos preparando o Espírito Santo para estar na vanguarda”

Nos últimos tempos, o Governo do Estado planejou e desenvolveu diversas ações para enfrentar os períodos de estiagem, que afetam a rotina de diferentes setores, atividades e pessoas. Dentre as iniciativas, o programa de construção de barragens vem ganhando bastante visibilidade, inclusive no norte do Estado. Na região, as obras de quatro barragens estão perto de ser finalizadas e tais reservatórios prometem melhorar a qualidade de vida das comunidades nos arredores. Até o final de 2018, 60 barragens devem ser entregues aos capixabas.

O responsável por liderar esse e outros projetos é o secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, que está no governo desde o início da administração. Em entrevista ao jornal Correio do Estado, Octaciano dá mais detalhes sobre a entrega das barragens, cita outras iniciativas que estão em andamento e fala do legado que pretende deixar com a sua gestão.

Também na entrevista, Octaciano faz comentários sobre o seu trabalho na presidência do Conselho de Secretários de Estado de Agricultura (Conseagri) e os incentivos que tem recebido para ingressar na vida política.

Confira: 

Jornal CE: Recentemente, você foi eleito presidente Conseagri. Quais são os seus desafios neste cargo? 

Octaciano: É uma grande satisfação e felicidade ser o primeiro secretário de agricultura do Espírito Santo a presidir o Conseagri, que é um conselho que reúne os secretários de todos os estados. Como metas, destaco que serão o seguro agrícola contra perdas causadas, principalmente, por fenômenos climáticos; as regras de inspeção animal; e o crédito rural, destinado a custeio, investimento ou comercialização. 

Jornal CE: Como secretário de Estado da Agricultura, você comanda uma pasta de grande relevância para o ES, afinal, boa parte do PIB de diversos municípios é composto pelas receitas do agronegócio. Qual é (ou quais são) o principal foco do seu trabalho?  Que legado você pretende deixar no fim de sua gestão? 

Octaciano: Nesse governo, o governador Paulo Hartung traçou como um dos pilares as ações estratégicas de enfrentamento à seca, que é a pior dos últimos 80 anos no Estado. E nós estamos executando como um desses pilares de ações o Programa Estadual de Construção de Barragens, que vai entregar 60 barragens até o final do próximo ano, sendo que aproximadamente 20 já estão concluídas ou em execução de obras. Mas temos também outras ações que ficarão, como o Caminhos do Campo, iniciativa que já pavimentou, desde 2003, mais de 1200 quilômetros de estrada. Cito ainda o maior investimento em pesquisa agropecuária do País, com mais de R$ 10 milhões investidos, e a instalação de 100 antenas de telefonia móvel nas comunidades rurais. Enfim, um legado de investimento em infraestrutura e desenvolvimento técnico, tudo alinhado com o terceiro ciclo do Planejamento Estratégico da Agricultura Capixaba, o Pedeag 3, que concluímos no ano passado. 

Jornal CE: O programa de construção de barragens é uma das principais ações de sua pasta e que ganhou bastante visibilidade no norte do ES. Cremos que muitos leitores gostariam de saber se você já tem alguma previsão quanto à conclusão das obras – seja em Sooretama, por exemplo, seja em outras regiões. 

Octaciano: A barragem de Cupido, na região de Sooretama, está praticamente finalizada, faltando detalhes. A previsão para a entrega de Pasto Novo, também em Sooretama, é dezembro deste ano, assim como Graça Aranha, em Colatina, e Floresta, em Pancas. As demais barragens estão em processos de andamento e até o final de 2018 serão entregues 60 barragens. 

Jornal CE: Você pretende disputar algum cargo político na eleição de 2018? Pode revelar qual seria e de que forma você pretende colaborar com a comunidade capixaba, caso seja eleito? 

Octaciano: Nunca tive a pretensão de entrar na vida política, mas muitas pessoas estão estimulando minha candidatura, dizendo que a política precisa de renovação. No ano passado, eu declarei que pretendia disputar para deputado federal, porém, a eleição é somente no ano que vem. Logo, não estou tratando de política nesse ano. Vamos deixar para resolver a questão política em 2018. A questão partidária eu já resolvi por conta do calendário eleitoral. 

Jornal CE: Você acabou de se filiar ao PSDB. Por que escolheu fazer parte desse partido? 

Octaciano: Eu sempre tive uma relação muito boa com o vice-governador, César Colnago, e com o senador Ricardo Ferraço. Além disso, me identifico com a proposta programática do partido. Defendo a mesma linha do partido, que é a defesa do liberalismo econômico com justiça social. Isso me agrada muito e também pesou na minha decisão. 

Jornal CE: Fora da agenda pública, quem é o Octaciano? 

Octaciano: Gosto de ficar com meus filhos e esposa. Gosto também de andar a cavalo, o que faço desde muito novo. Em 1989 fui o primeiro capixaba campeão de hipismo rural. 

Jornal CE: Você gostaria de deixar algum recado ou mensagem para o homem do campo, que tanto confia no seu trabalho? 

Octaciano: A agricultura está entrando em sua terceira fase no estado, que é voltada para a era digital, tecnológica. Acredito que estamos preparando o Espírito Santo para estar na vanguarda. Temos uma agricultura muito forte por mérito do trabalho que os nossos produtores rurais exercem.

FOTO:

 

O secretário de Agricultura, Octaciano Neto (Foto: Divulgação)



    Comentários (0) Enviar Comentário