Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Cidades

Secretaria de Agricultura de Linhares realiza palestra para estimular o comércio exterior de novos produtos

12 de Julho de 2017 Autor:

Secretaria de Agricultura de Linhares realiza palestra para estimular o comércio exterior de novos produtos

O Embaixador Valdemar Carneiro Leão palestrou sobre as oportunidades do mercado internacional para empresários do setor. 

Linhares quer diversificar e aumentar a participação de seus produtos no mercado internacional. Além do mamão papaya, já consagrado nos Estados Unidos e em vários países da Europa, o objetivo das Secretarias Municipais de Agricultura e Desenvolvimento Econômico é exportar produtos como a água de coco, a macadâmia, o chocolate, a banana e a cachaça.

O primeiro passo para consolidar esta estratégia foi dado na noite da última terça-feira (11) numa palestra ministrada pelo embaixador brasileiro na China, Canadá e Colômbia, Valdemar Carneiro Leão. O encontro foi viabilizado pela Prefeitura de Linhares em parceria com a iniciativa privada, no Hotel Days Inn.

Na ocasião, 10 empresários do agronegócio local assinaram um Termo de Adesão ao Projeto Extensão Industrial Exportadora (PEIEX), da Apex Brasil, com parceria local do Sebrae, Secretaria de Estado do Desenvolvimento e Secretarias de Agricultura e de Desenvolvimento de Linhares, visando fomentar o acesso ao mercado externo dos produtos do agronegócio linharense. A iniciativa faz parte do Programa Agro Empreendedor, integrante do Plano Municipal Agropecuário da Prefeitura de Linhares por meio de ações de apoio e estímulo oferecidas pelo plano, como sensibilização e capacitação, definição de uma inteligência comercial, adequação de produtos e processos, promoção comercial e, finalmente, a comercialização.

O vice-prefeito de Linhares, Paulo Joaquim do Nascimento, afirma que o foco, agora, é incentivar a diversificação da pauta de exportações, disseminar uma cultura exportadora de forma abrangente entre o setor produtivo do agronegócio linharense e fazer com que os produtos locais alcancem os mercados internacionais. "Iniciamos a gestão com um intenso trabalho de fortalecimento das cadeias produtivas linharenses, inclusive para que esses produtos possam estar aptos para serem exportados. A adesão dos empresários ao Peiex vai permitir que esse trabalho continue e se desenvolva de forma integrada com a Prefeitura e diversos outros atores importantes nesse processo", pontuou. 

Produtos em foco

Entre os produtos que apresentam grande potencial para virar 'tipo exportação made in Linhares', estão os do segmento do cacau e chocolate, além das frutas, como a banana, além da macadâmia, a água de coco e a cachaça. A estratégia da política econômica da Prefeitura de Linhares, agora, é fazer com que essas matérias-primas se desdobrem em produtos com valor agregado para depois prospectarem a exportação, gerando empregos com melhor qualidade e também receita no próprio Município. "É preciso um esforço de todos, setor produtivo e governos estadual e municipal, para que a gente consiga mudar a nossa matriz econômica para uma economia verticalizada, com alta agregação de valor e tecnologia", defende Franco Fiorot, secretário municipal de Agricultura. 

Palestra

Valdemar Carneiro Leão, que já foi Embaixador na China, na Colômbia e no Canadá, repassou um panorama das principais negociações internacionais no setor na China - onde residiu por dois anos -, debatendo questões sanitárias e fitossanitárias, além de destacar formas de agregar valor aos produtos e estratégias de promoção em feiras internacionais. "Muitos empresários consideram o processo de importação e exportação complexo, porém, as novas tecnologias trouxeram várias possibilidades de negócios. É preciso dar sequência em ações como esta com o suporte do poder público para estimular o intercâmbio comercial", destacou.

Para o presidente da Associação Brasileira dos Exportadores de Mamão Papaya, Rodrigo Martins, a palestra foi de fundamental importância para estimular os empresários do agronegócio a buscarem inovação, estimulando o desenvolvimento de novos produtos e que possam ser ofertados no mercado tanto no mercado nacional quanto no internacional Dessa forma, é possível aumentar a competitividade com "inputs" de clientes externos que incentivem o crescimento tecnológico e intelectual da empresa e de seus profissionais.

 

"Não há segredo para o sucesso - há planejamento. Tudo na vida é aprendizado. As empresas que inovam nos seus modelos de gestão são as que mais se destacam e mais faturam, mesmo em períodos de recessão. Além disso, precisamos ter clara a ideia de que exportar é fácil e é a melhor forma de contribuir com o equilíbrio econômico do país", finalizou.

FOTO:

 

Valdemar Carneiro Leão incentivou o empresariado a buscar novos negócios fora do País (Foto: Divulgação/PML)



    Comentários (0) Enviar Comentário