Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Cidades

Moradores de Povoação fazem manifestação no centro de Linhares

27 de Junho de 2017 Autor:

Moradores de Povoação fazem manifestação no centro de Linhares

O objetivo foi chamar a atenção da sociedade para os problemas que as comunidades pesqueiras continuam enfrentando após a lama da Samarco 

Desde a chegada da lama de rejeitos de minério da Samarco ao Rio Doce, em novembro de 2015, a população ribeirinha passa por grandes problemas, principalmente quem depende do rio para sobreviver, como é o caso dos pescadores das vilas de Povoação e Regência, localizadas na Foz do Rio Doce. De lá para cá, as iniciativas da empresa responsável pelo maior desastre ambiental do Brasil não têm sido suficientes, segundo os moradores. Por isso, na manhã de ontem (26), eles foram mais uma vez às ruas de Linhares pedir ajuda da sociedade.

Com cartazes nas mãos e palavras de ordem, cerca de 150 manifestantes circularam pelas principais ruas do Centro e pararam próximo à sede da Fundação Renova, instituto responsável por gerir os programas de indenização da Samarco. Lá, eles entregaram um documento que reúne suas principais solicitações aos representantes da fundação.  

De acordo com Presidente da Associação de Moradores de Povoação, Jocenilson Cirilo Mendonça, pelo menos 170 pessoas, entre pescadores, agricultores e comerciantes que viviam do turismo, ainda não receberam a indenização prometida pela Samarco, mesmo após a realização de cadastros por parte da Fundação Renova, restando-lhes viver de doações e de trabalhos esporádicos.

Ainda segundo o presidente, a representante da Samarco prometeu dar uma resposta aos manifestantes na próxima segunda-feira, 3 de julho, e se as solicitações dos manifestantes não forem atendidas, novas manifestações poderão ocorrer em Linhares, inclusive na BR-101.  Não conseguimos entrar em contato com a Fundação Renova para falar sobre o assunto.

Apoio

A deputada estadual Eliana Dadalto se uniu aos manifestantes na cobrança de soluções para os desassistidos de Povoação e de outras vilas. "Estamos há mais de um ano de Lama e Luta!", declarou a deputada.

Na última quinta-feira (22), o deputado federal Givaldo Vieira participou da assembleia dos moradores de Povoação, que organizou a manifestação realizada ontem. A presença do deputado foi solicitada pelos próprios moradores. “Eu acompanhei essa assembléia para, novamente, ouvir a comunidade e ajudar nessa mobilização”, finalizou o deputado. 

FOTO: DIVULGAÇÃO



    Comentários (0) Enviar Comentário