Jornal Correio do Estado - O Jornal que todo Mundo lê

Notícias - Cidades

Agência da receita estadual de Aracruz será fechada em 31 de dezembro

05 de Setembro de 2017 Autor: Caroline Pereira

Agência da receita estadual de Aracruz será fechada em 31 de dezembro

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) informou que a agência da receita estadual situada no município de Aracruz terá suas atividades encerradas em 31 de dezembro. Em nota, a Sefaz diz que decisão foi tomada após análises indicarem a evolução e o aumento dos serviços prestados pela Agência Virtual da Receita (AGV), em contraposição à redução do número de atendimentos realizados presencialmente na agência do município. A medida, segundo a Sefaz, é também o reflexo de uma tendência mundial de eficiência aliada aos avanços tecnológicos.

A nota informa ainda que mesmo após encerramento da agência, os produtores rurais de Aracruz serão atendidos pelo Núcleo de Atendimento ao Contribuinte (NAC) do município e que os servidores dos NACs da região passarão por treinamentos para aperfeiçoar o atendimento ao público.

Mesmo assim, a decisão pelo fechamento da agência não agradou alguns moradores do município. Reunidos em assembleia no dia 23 de agosto, diversos profissionais, além de produtores rurais, organizaram um abaixo assinado solicitando a revogação do decreto nº 4141-R, de 17 de agosto de 2017, que determinava o fechamento da agência da receita no dia 1 de setembro. O decreto, de fato, foi revogado, mas a decisão pelo fechamento da agência permanece.

O presidente do Sindicato Rural de Aracruz, Paulo Pimentel, afirmou que o abaixo assinado ainda será levado adiante. E caso a Sefaz mantenha a decisão pelo fechamento da agência ao final de dezembro, ele sugere que a secretaria estruture melhor os serviços prestados virtualmente e invista na capacitação dos servidores do NAC.

Em nota, a Prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Finanças, informou que devido a essa realidade - queda no atendimento presencial e aumento no atendimento virtual -, o período atual é de transição, juntamente com o pessoal da agência estadual, sendo que o município pretende disponibilizar a nota fiscal do produtor rural nos apoios dos distritos.

Já o presidente da Câmara Municipal de Aracruz, vereador Alcântaro Filho, se posicionou contra o fechamento da agência da receita estadual em Aracruz. “O órgão oferece atendimento há muitos anos. Estamos em uma das cidades mais produtivas e promissoras do Espírito Santo e não merecemos perder um órgão tão importante como a agência da Receita. Se essa medida não for revogada, empresários, taxistas, contadores e cerca de dois mil produtores rurais serão prejudicados. Temos informações de que os custos da agência em Aracruz não ultrapassam R$ 15 mil mensais. A Câmara Municipal de Aracruz é contra e está participando da comissão formada pela sociedade civil organizada, sindicatos e associações para atestar nossa posição contrária ao fechamento”, declarou.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a Sefaz lembra que os profissionais de Aracruz não precisam se deslocar, obrigatoriamente, até a agência da receita estadual de Linhares e podem recorrer aos serviços de qualquer agência do estado ou à agência virtual.

FOTO:

A agência da receita estadual em Aracruz está localizada na Av. Venâncio Flores, n.º 1.290, Centro (Foto: Reprodução/ Google Street View)

 

 



    Comentários (0) Enviar Comentário